às 13:03:00

Ações de prevenção a COVID-19 na Estratégia Saúde da Família no bairro Edgar Pereira

Acadêmicos do 7º período do Curso de Enfermagem da FASA Moc realizam ação de educação em saúde para prevenção da COVID-19

          A educação em saúde busca estimular a prevenção de doenças através de medidas que podem ser orientadas a população. Desse modo, no dia 26 de Outubro de 2020, os acadêmicos do 7º período do curso de Enfermagem da Faculdade Santo Agostinho de Montes Claros - FASA Moc realizaram uma ação de educação em saúde, abordando o tema higienização das mãos e uso do álcool em gel na prevenção da Covid-19. As mãos são importantes fontes de transmissão de microrganismos, por isso, exigem certo cuidado e a higienização deve ser realizada com frequência.  O termo higienização das mãos engloba a higiene simples, a higiene antisséptica e a antissepsia cirúrgica ou preparo pré-operatório das mãos. O foco da ação foi a higiene simples das mãos e higiene antisséptica. Nesse contexto, o objetivo foi orientar as pessoas quanto à higienização adequada das mãos e uso de álcool em gel na prevenção da Covid-19. 

         O local de realização da ação foi  a Unidade Básica de Saúde localizada no bairro Edgar Pereira que conta com duas Equipes de Estratégia Saúde da Família: Ipê Branco e Ipê Amarelo.  A Atenção Básica é caracterizada como porta de entrada preferencial do SUS, possui um espaço privilegiado de gestão do cuidado das pessoas e cumpre papel estratégico na rede de atenção, servindo como base para o seu ordenamento e para a efetivação da integralidade. A população participante da ação correspondeu àquela presente no território da UBS, de forma a estimular o desenvolvimento de relações de vínculo e responsabilização entre as equipes e a população, garantindo a continuidade das ações de saúde.

      As acadêmicas Mariana dos Santos Barbosa e Franciele Gonçalves de Alkmin descreveram como se deu a realização da ação: “De início, reunimos na recepção da Unidade de saúde com os materiais a serem utilizados: bacia, jarra com água, sabonete líquido, álcool gel, papel toalha, lixeira, um kit contendo álcool gel para ser entregue aos participantes e uma mesa para organizar os materiais. Cada paciente que chegava na recepção era abordado pelas acadêmicas que se apresentavam pelo nome e pela instituição de ensino e os convidava para a participação na demonstração da técnica de lavagem das mãos, bem como enfatizavam a importância da mesma”.

“A atividade desenvolvida diante da pandemia da Covid-19  buscou incentivar a prevenção da doença. Também contribuiu para nossa formação acadêmica como forma de experiência e conhecimento. A participação da população  foi muito importante para obter os nossos resultados, comprovando que estamos conseguindo atingir o propósito de incentivar a população em estudo na  responsabilidade do cuidado com a própria saúde”, completaram Mariana e Franciele.  


Fonte: